Carrinho 0

Cuidados com a amamentação do bebê: Principais dicas

aleitamento cuidados com bebê

Muitos acreditam que amamentar é algo intuitivo, porém, isso é um tremendo engano! Apesar do corpo feminino se preparar nove meses para a amamentação, se informar sobre o assunto é fundamental para que a mãe esteja confiante e preparada nesse momento. Para ajudar, separamos algumas dicas sobre os principais cuidados com a amamentação do bebê. Para saber mais, prossiga com a leitura.

Quais são os principais cuidados com a amamentação do bebê?

Atente-se aos primeiros sinais de fome

O ideal é oferecer a mama assim que o bebê emitir os primeiros sinais de fome. Para saber se é o momento, posicione o seu dedo próximo à boca do bebê. Caso ele tente abocanhá-lo, é possível que já esteja querendo mamar. Outros sinais são colocar os dedinhos na boca, tentar abocanhar o mamilo e ficar inquieto.

Amamente na posição correta

Muitos mitos giram em torno da posição correta para se amamentar, mas, na verdade, o que mais deve ser considerado nesse momento é a boa postura da mãe. Procure um local confortável e apoie a coluna de maneira que essa não fique curvada. O tempo da mamada pode ser longo, por isso, a mãe deve manter-se em uma posição cômoda por todo esse período.

Dicas amamentação bebê recém-nascido livre demandaO bebê pode ser amamentado com a mãe inclinada, deitada ou sentada. Apesar de o assunto ser polêmico, basta pensarmos em qual posição o bebê estará ao ser amamentado. Em todas elas a criança estará deitada, não é mesmo? Dessa forma, a posição da mãe pouco influencia na eficiência da amamentação.

Um ponto importante para manter sempre a posição correta é posicionar a barriga da criança virada para a sua. Em alguns casos, pode ser necessário utilizar um apoio para a cabeça do bebê. Caso se sinta insegura, busque o auxílio de um profissional a favor da amamentação como pediatras, obstetras ou doulas.

Verifique a pega da mama

A pega correta é o principal cuidado com a amamentação. Quando o bebê possui uma pega correta da mama, a amamentação é feita de forma eficiente, a criança se alimenta o suficiente e os riscos de problemas, como as rachaduras, são reduzidos. Para saber se a criança está fazendo a pega correta, basta observar se o bebê está alinhado de frente à mãe. Nesses casos, é possível visualizar uma linha entre a orelha do bebê, seu ombro e quadril.

O bebê precisa estar com a boca bem aberta e abocanhar a maior parte da auréola. Os lábios do bebê se mantêm para fora, com a boca como de “peixinho”. As bochechas ficam arredondadas, o queixo toca a mama e o nariz fica livre para a respiração. O ritmo da mamada deve ser lento e constante, sendo possível observar pelo movimento da garganta do bebê.

Não utilize horários predefinidos

Amamentar em livre demanda é essencial para que a criança se alimente assim que ele tiver vontade e também mame o quanto quiser. Alguns pediatras recomendam que os bebês não fiquem mais de três horas sem se alimentar. Para indicações ideais para o seu filho, procure orientações do profissional que o acompanha.

Procure o auxílio profissional em caso de dificuldades

As dificuldades poderão surgir. Mastites, ingurgitamento mamário, pega incorreta, rachaduras, baixo ganho de peso. Não queremos te assustar, mas informar que são situações comuns e solucionáveis. Para diagnosticá-las e tratá-las procure ajuda profissional. É bastante comum a mãe precisar de apoio psicológico nessa etapa, por isso, não hesite em buscar informação e auxílio para viver o melhor dessa fase.

Faça o acompanhamento pediátrico regularmente

Para verificar se a amamentação está sendo bem-sucedida, busque um pediatra que apoie a livre demanda e a amamentação exclusiva nos primeiros meses de vida. Nas consultas, pergunte se o ganho de peso e desenvolvimento do bebê estão favoráveis, amamente e questione se a postura e a pega estão corretas. Utilize esses encontros para sanar todas as suas dúvidas sobre a amamentação.

Os cuidados com a amamentação do bebê são essenciais para manutenção do bem-estar da criança e ainda fazer desse momento mais especial. Considere a amamentação como uma troca de amor e carinho entre você e o seu filho. Sinta-se feliz pela possibilidade de nutrir o seu bebê com o melhor alimento e busque ajuda sempre que julgar necessário.

Texto: Andreza Almeida, bióloga, redatora e educadora perinatal

Foto: Cookie_studio / Freepik

Veja outras dicas sobre cuidados com o bebê no Blog da Baby Pima:



Postagem anterior Postagem seguinte


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados