Carrinho 0

O que é o acompanhamento pré-natal?

gravidez

Ao descobrir uma gestação a principal recomendação é que se procure um médico especialista para realizar o acompanhamento pré-natal, não é verdade? Mas você sabe o que significa esse termo e por qual motivo ele é tão importante para a saúde da mãe e do bebê? Caso você precise entender um pouco mais sobre o assunto, acompanhe a leitura.

O que é o acompanhamento pré-natal e por que é importante?

O acompanhamento pré-natal engloba a rotina de consultas e exames realizados no período que antecede o nascimento do bebê. Contudo, ele não ocorre somente durante a gestação, mas também é necessário para quem deseja engravidar. Dessa forma, tal atendimento deve ser iniciado, preferencialmente, três meses antes da mulher engravidar, se estendendo até o puerpério.

Nesse contexto, o pré-natal é importante para avaliar as condições de saúde da mãe, possibilitando a prevenção de complicações que possam afetar o bom desenvolvimento do bebê e o andamento da gestação. Além disso, através desse acompanhamento é possível verificar a evolução da gravidez e diagnosticar possíveis malformações no bebê.

Do mesmo modo, o acompanhamento pré-natal permite que a gestante entenda um pouco mais sobre os sintomas e desconfortos próprios dessa fase, possibilitando, ainda, que dúvidas sejam esclarecidas pelo obstetra ou enfermeira que atendem à grávida.

Quantas consultas são e o que ocorre nesses encontros?

De acordo com o Ministério da Saúde é indicada a realização de, ao menos, seis consultas durante toda a gestação. A recomendação é que haja, no mínimo, uma no primeiro trimestre, duas no segundo e três no terceiro.

Exame médico Pré-Natal gestaçãoNo entanto, é muito comum as consultas serem realizadas de forma mensal até o fim do segundo trimestre. No último trimestre, esses encontros podem ocorrer com maior frequência, acontecendo quinzenalmente ou por semana, dependendo do critério médico.

Em geral, durante as consultas, o médico deve avaliar o ganho de peso, a altura uterina, a pressão arterial e os batimentos cardíacos do bebê. Em alguns desses encontros o médico indicará exames a serem feitos e também avaliará os já realizados.

Comumente, a primeira consulta pré-natal é mais longa, pois o profissional informará à gestante sobre as peculiaridades da gravidez, avaliando, também, os hábitos de vida e saúde da mulher.

É necessário fazer exames durante o acompanhamento pré-natal?

No acompanhamento pré-natal é necessário realizar diversos exames para detectar possíveis doenças relacionadas à gravidez e que podem evoluir para um parto prematuro ou malformações fetais.

No primeiro trimestre, é comum serem indicados exames como o hemograma para identificar anemias, tipagem sanguínea e fator Rh, além de verificação da glicemia de jejum, testes sorológicos para detecção da exposição a determinados patógenos, exames parasitológicos e de urina com urocultura.

Todos esses exames são, geralmente, repetidos em torno da 28ª semana de gestação. Ademais, as ultrassonografias também são importantes e a quantidade delas pode variar de acordo com o profissional que acompanha a gestante. Entretanto, o ideal é que ocorram, ao menos, três ultrassonografias durante a gestação.

Outros exames também podem ser indicados, dependendo do histórico de saúde da mulher e variados fatores que devem ser observados ao longo da gestação. Por esse motivo, o acompanhamento pré-natal deve ser feito de forma regular.

Em suma, o acompanhamento pré-natal é primordial para identificar possíveis doenças na mãe e no bebê. Além disso, é uma importante fonte de informações para a gestante sobre como lidar com os incômodos e também com a nova rotina que se aproxima.

Sendo assim, o acompanhamento pré-natal é muito mais do que realizar exames ou consultas, é aprender sobre seu novo corpo e como ele se prepara para receber uma nova vida.

Texto: Andreza Almeida, bióloga, redatora e educadora perinatal

Foto: Pressfoto / Freepik

Veja outras dicas sobre gestação no Blog da Baby Pima:



Postagem anterior Postagem seguinte


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados