Carrinho 0

Puerpério: O que é e como se preparar?

cuidados com bebê gravidez

Durante a gravidez é muito comum os pais se preocuparem com o quartinho do bebê, o enxoval e tantas outras coisas. Todas essas preocupações são muito válidas, mas é muito importante também que os papais se preparem para o pós-parto e o puerpério.

Mas, afinal, você sabe o que é o puerpério? Acompanhe a leitura para entender melhor sobre esse conceito.

O que é puerpério e o que acontece nesse período?

O puerpério é um período que pode compreender até 60 dias, se iniciando com o momento do parto. Nesse momento há diversas modificações no corpo feminino que incluem alterações hormonais, físicas e emocionais.

Além da queda das concentrações hormonais, o corpo começa a retomar o seu estado “não grávido”, ou seja, os órgãos vão aos poucos retornando aos seus lugares, enquanto o útero vai diminuindo de tamanho.

Da mesma forma, todo o organismo da mulher se encontra focado, nas primeiras horas pós-parto, na produção de leite materno.

O que quer dizer puerpério?

Todas essas alterações, principalmente a queda do estrogênio e progesterona, podem causar efeitos psicológicos e emocionais na mulher. Por esse motivo, podem ocorrer episódios de baby blues e depressão pós-parto durante o puerpério.

O baby blues é um sentimento passageiro de tristeza, já a depressão pós-parto é um episódio ainda mais intenso e deve ser acompanhado de perto por um profissional especializado.

Durante o puerpério é comum a mulher apresentar oscilações no humor, momentos de fragilidade, preocupação excessiva com o bebê e outras confusões emocionais.

Como lidar com o puerpério?

Quem acompanha o blog há mais tempo sabe que sempre ressaltamos a importância da informação para compreender e lidar melhor com tudo que está relacionado à gestação e aos cuidados com o bebê.

Por isso, a primeira coisa que os pais podem fazer para ter um puerpério mais tranquilo é se informarem sobre o assunto. Dessa forma, o casal entenderá que é um período complicado, mas que passará rapidamente. Além disso, serão capazes de detectar qualquer alteração fora do normal, buscando ajuda profissional quando for necessário.

Do mesmo modo, é muito importante buscar o auxílio de uma rede de apoio, com o objetivo de minimizar o estresse da mamãe nesse momento. A rede de apoio irá ajudar nas tarefas domésticas, fazendo com que o ambiente seja favorável para a mamãe e o bebê.

Limitar as visitas também é muito importante para deixar a mãe mais confortável nesse período. Isso fará com que a mamãe não se preocupe tanto com o que servir para os visitantes, com o estado da casa e a sua aparência, evitando também os palpites e pitacos não solicitados!

Permitir que a mãe descanse é essencial para que a mulher tenha ânimo para cuidar do recém-nascido. Da mesma forma, é primordial que a mamãe tenha uma alimentação balanceada para fortalecer o organismo e a imunidade.

Mesmo que a mulher tenha tido um parto normal, é muito importante evitar exercícios físicos pesados. Caso o parto seja cesariana, as restrições são ainda maiores, por isso, só retorne aos exercícios com indicação médica.

Em suma, o puerpério pode ser um momento difícil e desgastante durante o pós-parto. No entanto, é passageiro! Por isso, informem-se, estejam atentos aos sinais e não hesitem em buscar ajuda quando julgarem necessário!


Texto: Andreza Almeida, bióloga, redatora e educadora perinatal

Foto: Cookie_studio / Freepik

Veja outras dicas do blog Baby Pima sobre cuidados com o bebê e gestação:



Postagem anterior


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados