Carrinho 0

Os sons e o vínculo afetivo durante a gravidez

dicas

O vínculo afetivo do bebê com a mãe é algo muito especial que se inicia desde o começo da gravidez. Ele é essencial para a saúde do bebê e seu bom desenvolvimento; e como toda relação é construído ao longo do tempo. Essa ligação pode ser fortalecida diariamente com estímulos sensoriais, principalmente auditivos.

Você sabia que a partir do quarto mês, o feto começa a desenvolver os sentidos e seus ouvidos já percebem vários sons? É quando ele passa a reagir a ruídos internos, como a circulação sanguínea, a respiração e os batimentos cardíacos da mãe; e também a estímulos externos, como vozes, músicas e barulhos. É através desses ruídos que o bebê passa a interagir mais com o mundo ao seu redor.

Com seis meses de gestação, o sistema auditivo está formado e o bebê é capaz de notar diferenças nos timbres musicais e na sonoridade da linguagem. A principal é a voz materna, que chega a ele de duas maneiras: vinda de fora da barriga e também internamente, direto da vibração das cordas vocais para o útero. Por isso, o recém-nascido tem uma identificação com a voz da mãe muito mais intensa do que com a de qualquer outra pessoa. É um som que o acalma e aconchega.

Então, mamãe: quanto mais cedo você começar a conversar e cantar para seu bebê, maior será a conexão entre vocês!

 

Baby Pima Brasil 

Foto: Valeria_Aksakova / Freepik



Postagem anterior Postagem seguinte


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados